« Página inicial | Contra a privatização do espaço Cerca de 40 mani... » | DIREITO À ARTE Quem tem medo da livre difusão cu... » | Rivoli: Incoerências de «Esquerda» » | NO RIVOLI » | Conflito com Autarquia ou com contribuintes? » | Carta aos ocupantes do Rivoli e cidadãos do Porto » | Harold Pinter - nobel lecture » | Fotografias da noite » | Fiquem por aí... » | é cedo para ser tarde é tarde para ser cedo Imagi... » 

17 outubro 2006 


(02:39) Os manifestantes garantem que o concerto de beneficência de Luís Represas marcado para hoje se vai realizar.

Francisco Alves diz que a Câmara está a aproveitar um concerto de solidariedade para forçar a saída dos barricados e acrescenta que se o concerto não acontecer a culpa é da autarquia.

"O espaço que nós estamos a ocupar não interfere minimamente com a realização do concerto. Isto já foi dito ao Luís Represas, ele percebe isto perfeitamente. Isto é uma manobra de chantagem e de intimidação. Por nossa vontade o concerto vai realizar-se, esperemos que se realize e seja um enorme sucesso. Se não se realizar, a culpa é desta Câmara, é desta vereação e da direcção deste teatro", refere.

De recordar que este grupo de pessoas contesta a entrega da gestão do Teatro Rivoli a privADOS