« Página inicial | Acabou-se o "chulanço"... » | Não entendo como se tolera estes actos ilegais. De... » | Agora, » | Já gastei o orçamento todo para a cultura!!! » | Rui Rio junta-se aos manifestantes no Rivoli » | (02:39) Os manifestantes garantem que o concerto ... » | Contra a privatização do espaço Cerca de 40 mani... » | DIREITO À ARTE Quem tem medo da livre difusão cu... » | Rivoli: Incoerências de «Esquerda» » | NO RIVOLI » 

17 outubro 2006 

Rivoli

Os manifestantes que "sitiaram" o Rivoli ilustram bem o espírito da cultura portuguesa.
Atente-se que o Rivoli não vai ser vendido nem vai ver o seu estatuto de equipamento cultural alterado, como sucedeu há uns anos com o Coliseu. Nem, em momento algum, foi dito àqueles que lá estão que nunca mais poderiam exibir as suas obras e criações naquele espaço.
A câmara municipal do Porto apenas alterou o modelo de gestão, passando-o para as mãos privadas. Mas, mesmo esse modelo de gestão e as suas implicações não estão definidos, uma vez que ainda está a decorrer o concurso público com vista à sua adjudicação.
O que apavora os "agentes culturais" que se encontram fechados no Rivoli é a simples perspectiva de ver a sua obra apreciada e avaliada por pessoas normais, sem os falsos elitismos ou aparentes erudições, habitualmente discutidos e declarados com força obrigatória geral nas recônditas reuniões de velhos amigos e conhecidos e que remetem imediatamente para a categoria de ignorantes e incultos aqueles que não conseguem vislumbrar tamanha genialidade.
É óbvio que a cultura tem especificidades que devem ser discutidas e protegidas, mas nenhuma outra actividade convive tão bem com a crónica dependência de subsídios e a falta de adesão de público, que, muitas vezes, até chega a ser vista pelos criadores como mais uma prova do seu incompreendido brilhantismo.

por Pedro C. Azevedo às 14:32

Eu gosto do Rivoli!!
E queria muito cotinuar a gostar... e a fazer dele um espaço de visita regular.
Já lá passei bons momentos, já lá assisti a coisas boas e já lá assisti a coisas más!


Coincidência, ou não, os bons espectáculos paguei-os, aos maus fui convidada!


I'M

Enviar um comentário